Conheça os principais riscos ambientais no trabalho

Milhares de colaboradores estão expostos diariamente a riscos ambientais no trabalho, que podem causar danos à saúde e acidentes.

Todos os dias, colaboradores de todo o mundo são expostos a riscos ambientais no trabalho. Eles podem ser ruídos, radiações, poeiras, névoas, parasitas, entre outros.

Aliás, é bem provável que você conheça alguém ou já tenha sido submetido a esse tipo de situação sem nem ao menos saber. Isso porque, os riscos estão presentes em diversos momentos do nosso dia a dia.

Em suma, as situações são causadas por agentes físicos, químicos ou biológicos, que geram problemas de saúde devido a concentração, intensidade ou tempo de exposição.

Por isso, para diminuir os riscos e incidentes, é importante apostar em algumas medidas de mitigação, como uso de proteção, sinalização, entre outros.

Mas, como saber quais são os riscos ambientais e seus impactos no dia a dia? Saiba mais abaixo.

Quais são os riscos ambientais no trabalho?

A princípio, os riscos ambientais no trabalho estão relacionados a todos os agentes presentes no local e que podem causar danos à saúde dos trabalhadores.

É importante notar que isso pode acontecer por diversas formas ou motivos. Dentre eles, destacamos:

Atualmente, ainda nesse sentido, os riscos são separados em cinco grupos, sendo: físicos, químicos, biológicos, acidentes e ergonômicos. Conheça mais sobre cada um deles abaixo.

Físicos

Os riscos físicos se referem a ruídos, vibrações, pressões, temperaturas extremas e radiações.

Químicos

Definitivamente, os agentes químicos são os mais conhecidos. Afinal, são aqueles relacionados a fumos, gases, vapores, entre outros. Em linhas gerais, tudo o que pode ser absorvido por via respiratória ou pele.

Biológicos

Por sua vez, os riscos biológicos ocorrem por meio de microrganismos que podem provocar doenças. Nesse sentido, podemos destacar as bactérias, fungos, parasitas, bacilos, vírus, entre outros.

Acidentes

Como o próprio nome sugere, esse tipo de risco está relacionado a acidentes causados por um ambiente inadequado, ferramentas com defeito, máquinas pesadas e, ainda, risco de incêndio ou explosão.

Da mesma forma, a ausência de EPIs também pode causar acidentes e, por isso, são incluídas na lista.

Ergonômicos

Por fim, os riscos ergonômicos são aqueles que se referem a todas as condições que afetam o bem-estar de uma pessoa. Ou seja, problemas físicos, mentais ou organizacionais.

No entanto, ao contrário dos demais, eles nem sempre são visíveis ou palpáveis. Seja como for, entre os principais agentes, podemos citar transporte de peso, postura errada, trabalho extra e estresse.

Como evitar e prevenir os riscos?

Ao contrário do que se imagina, os riscos podem ser encontrados em todos os setores da economia. Logo, grande parte dos profissionais são expostos a diferentes situações que colocam suas vidas em xeque.

Por outro lado, os riscos tendem a variar de acordo com o tipo de atividade. Assim, os problemas enfrentados por um eletricista, por exemplo, são diferentes dos impostos a um auxiliar de limpeza.

Mas, afinal, como evitar esses riscos?

Antes de mais nada, é importante conhecer detalhadamente todos os processos da empresa. Isso significa que é preciso avaliar o ambiente e identificar os locais onde há a exposição aos riscos.

Dessa forma, é possível traçar um plano de gestão de riscos e tomar as medidas necessárias e cabíveis. Por exemplo:

  • Mudança de comportamento e cultura;
  • Utilização de EPIs;
  • Sinalização de áreas, entre outras.

Importância dos EPIs para reduzir os riscos ambientais no trabalho

Você sabia que os EPIs ajudam a reduzir os riscos ambientais no trabalho? Pois é! Continue a leitura para entender como e o porquê.

Definitivamente, o ideal é eliminar ao máximo os agentes de risco. Porém, isso nem sempre é possível. Ainda mais quando lidamos com uma indústria de larga escala.

Nesse sentido, os equipamentos de proteção são grandes aliados e fundamentais para o desempenho de algumas funções dentro da empresa.

Dicas de prevenção

A prevenção é sempre o melhor remédio para tudo – ou quase tudo. Por isso, além de um plano de gestão de riscos, confira algumas pequenas ações que podem ajudar a minimizar os riscos ambientais no trabalho.

Fiscalize o local de trabalho

A cultura de segurança do trabalho deve ser reforçada para minimizar os riscos ambientais. Nesse sentido, é importante investir em capacitações e na fiscalização para garantir o cumprimento das regras de segurança pode ser fundamental.

Invista em treinamentos

Orientar as equipes sobre os riscos e procedimentos que devem ser realizados em caso de incidente ajuda a aumentar a segurança e minimizar os impactos negativos.

Além disso, os funcionários conseguirão utilizar os equipamentos e as máquinas com mais eficiência, uma vez que passarão por treinamentos específicos.

Por isso, invista em treinamentos sempre que possível.

Sinalize o ambiente

A sinalização desempenha um papel fundamental na segurança. Isso porque, por meio de placas, letreiros, pisos táteis, símbolos, entre outros, é possível causar impacto e chamar a atenção para o que importa.

Em suma, a sinalização vai muito além da identidade da marca e tem como objetivo informar sobre risco de queda, de choque, de explosão e muito mais.

Oriente os colaboradores

Sem dúvidas, o alinhamento cultural é fundamental para a segurança. Assim, os trabalhadores precisam saber como usar máquinas e equipamentos, bem como os EPIs.

Ilumine o local de trabalho corretamente

A iluminação é fundamental para a segurança e o sucesso do negócio. Nesse sentido, o ideal é ter uma iluminação uniforme, sem contrastes, sombras ou brilhos.

Luzes inadequadas podem prejudicar a saúde do trabalhador, física e mental.

Mantenha o local sempre limpo e organizado

Um ambiente limpo dá a sensação de organização, melhorando a qualidade do serviço, uma vez que facilita o dia a dia. Além disso, evita acidentes.

Riscos ambientais no trabalho e o aumento da produtividade

Se você chegou até aqui, provavelmente percebeu que os riscos ambientais no trabalho são uma realidade em grande parte dos negócios.

Mas, você já parou para pensar como a gestão de riscos pode impactar na produtividade?

Um ambiente de trabalho confortável e seguro é responsabilidade da empresa.

Seja como for, a gestão de riscos vai muito além. Isso porque, ao analisar todos os processos e riscos, há um ganho na capacidade produtiva da empresa e na operação como um todo.

Por outro lado, um ambiente de trabalho mais seguro torna o clima organizacional mais agradável e propício ao desenvolvimento.

Ou seja, gera um aumento na produtividade, uma vez que o colaborador estará mais motivado a trabalhar, com mais confiança na empresa e na equipe.

E você, o que tem feito para eliminar os riscos ambientais no trabalho? Comente!

Que tal aproveitar para conferir a importância de um Programa de Gerenciamento de Riscos e como implementar em sua empresa?

Fique por dentro das novidades do mercado! Preencha o formulário abaixo para receber os conteúdos da SafetyTrab em primeira mão!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    14 + 1 =

    WhatsApp chat