Diferença entre validade do fabricante e validade do CA

Apesar de terem o mesmo objetivo de estabelecer um prazo máximo para o uso dos equipamentos de proteção e garantir a segurança do trabalhador, os documentos de validade do fabricante e validade do CA têm diferenças importantes.

Você sabe a diferença entre a validade do fabricante e a validade do CA (Certificado de Aprovação)? Apesar de terem o mesmo objetivo de estabelecer um prazo máximo para o uso dos equipamentos de proteção e garantir a segurança do trabalhador, os documentos têm diferenças importantes.

Antes de mais nada, é importante entender as especificações de cada uma delas para, então, observar os prazos e se manter atento.

Quer saber mais? Leia este artigo até o final e confira qual é a diferença entre os prazos de validade do fabricante e do CA.

Entenda a validade do fabricante

A validade do fabricante, ou do EPI, se refere ao prazo que determina o tempo de uso do equipamento, com base em testes que ajudam a estabelecer sua vida útil. Assim como acontece com qualquer produto, cada EPI tem uma validade diferente, que leva em conta o tipo, as condições de trabalho, a forma de uso e, claro, o armazenamento.

É importante ressaltar, ainda, que após o prazo, o equipamento fica inválido. Isso porque, ainda que o material pareça estar em boas condições, ele pode sofrer alterações com o passar do tempo. Dessa forma, o mesmo deve ser descartado para evitar acidentes e outros problemas.

Aliás, em caso de incidentes, a empresa poderá ser penalizada se for provado o uso de um equipamento vencido.

Entre em Contato
R$371,07 à vista Em até 3x de R$130,20
R$225,24 à vista Em até 3x de R$79,03
R$112,62 à vista Em até 3x de R$39,52
R$1,60 à vista Em até 3x de R$0,56
R$1,92 à vista Em até 3x de R$0,67
R$953,61 à vista Em até 3x de R$334,60
R$1.196,00 à vista Em até 3x de R$419,65
R$15,29 à vista Em até 3x de R$5,36

Mas, e a validade do CA?

A validade do CA, por sua vez, se refere ao prazo dado pelo Ministério do Trabalho e Emprego. Como uma espécie de garantia, o documento autoriza o fabricante ou importador a comercializar um determinado EPI. Além disso, ele atesta que o equipamento passou por todos os testes de qualidade e está de acordo com a legislação. 

Cabe notar que o equipamento pode ser utilizado até o data de validade estabelecida pelo fabricante – mesmo que o CA esteja vencido.

Além disso, é possível renovar o documento. A ação pode ser feita no prazo máximo de 90 dias antes do vencimento.

Importância da validade do fabricante e do CA

Não é segredo para ninguém que os EPIs são fundamentais em diferentes segmentos da indústria e do comércio para garantir a segurança e a saúde do trabalhador. 

Mas muito além de disponibilizar os equipamentos para seus colaboradores, o empregador deve se manter atento quanto à validade do fabricante e do CA. Afinal, utilizar um EPI vencido é muito perigoso e respeitar este prazo é fundamental para garantir a funcionalidade do produto e evitar acidentes.

Outra dica importante, é sempre analisar o estado de conservação do EPI. Isso porque, caso tenha alguma avaria ou defeito, é importante não comprar e nem utilizar o equipamento. 

Na dúvida, procure um especialista. Contar com um bom fornecedor de EPI e com o apoio de profissionais capacitados ajuda a garantir um ambiente seguro e com mais qualidade de vida para os trabalhadores!

Gostou deste post? Compartilhe com a sua rede e leve a informação a um número ainda maior de pessoas.

Quer receber nossas comunicações? Preencha o formulário abaixo e fique por dentro das novidades do mercado de EPI.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    💬 Precisa de ajuda?