Uso de palmilha anti perfurante na Construção Civil

A construção civil é um dos segmentos que mais registraram acidentes de trabalho no Brasil. Ocupamos o primeiro lugar em incapacidade permanente e o segundo em mortes. De quedas de altura à lesão por esforço, o setor sofre com outro problema: a queda de objetos. Não à toa, um dos equipamentos principais para quem trabalha no segmento é a palmilha anti perfurante.

A construção civil é um dos segmentos que mais registraram acidentes de trabalho no Brasil. Ocupamos o primeiro lugar em incapacidade permanente e o segundo em mortes. De quedas de altura à lesão por esforço, o setor sofre com outro problema: os acidentes com a sola do pé. Não à toa, um dos principais acessórios para quem trabalha no segmento é a palmilha anti perfurante.

Ela é feita em aço e usada em calçados de segurança para proteger o trabalhador contra objetos cortantes e perfurantes. Ou seja, é um item indispensável nos calçados de segurança, uma vez que ajuda a evitar graves acidentes.

Nesse sentido, com um formato que se assemelha a uma palmilha normal, ela deve ser embutida dentro da base do calçado, entre a palmilha de montagem e a sola externa. Grande parte dos calçados anti perfurantes, aliás, já trazem o item acoplado – um ganho em praticidade e eficiência.

Igualmente importante, há, atualmente, outra opção de palmilha anti perfurante. Trata-se do modelo de Aramida, um material com alta tenacidade que protege contra materiais perfurocortantes, como pregos e outros mais.

Cuidados com EPIs e calçados anti perfurantes

Não há muito segredo quando o assunto é EPI! Assim como tênis comuns ou outros equipamentos de proteção, a palmilha anti perfurante deve ser armazenada e higienizada da forma adequada. Afinal, a boa conservação dos equipamentos de proteção individual reduz riscos de contaminação no ambiente.

Cabe ressaltar, ainda, que os trabalhadores devem optar por utilizar meias juntamente com a palmilha e o calçado anti perfurante. Isso porque elas ajudam a absorver a transpiração e também podem ajudar a prevenir possíveis contaminações.

R$175,02 à vista Em até 3x de R$61,41
R$186,73 à vista Em até 3x de R$65,52

Por que usar o calçado anti perfurante?

Assim como acontece com outros setores, o trabalho na construção civil também é regulamentado por normas e leis. É o caso da NR 18, que estabelece as diretrizes que deverão ser seguidas dentro dos canteiros de obras.

Mas, mais do que estratégias que visam o controle e a prevenção dos riscos na construção civil, a norma estabelece responsabilidades e medidas protetivas. Dentre elas, destacam-se o uso de EPIs, como é o caso do calçado antiperfuro, entre outros.

Estes EPIs protegem o colaborador contra perfurações causadas pela queda de objetos cortantes. Além disso, o calçado protege também contra escorregões e contra a queda de objetos pesados e capazes de causar esmagamento dos pés, atuando como um EPI de contenção. 

Embora os EPIs desempenhem um papel fundamental, é preciso adotar outras medidas de segurança em paralelo. Seja por treinamentos, Programa de Condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção (PCMAT) ou reuniões de DDS (Diálogo Diário de Segurança), é importante manter um diálogo todos os dias com os trabalhadores no início das atividades a fim de conscientizá-los quanto aos riscos presentes no ambiente.

É importante notar, ainda, que mais do que a proteção adequada aos trabalhadores, o uso da palmilha anti perfurante ou de outros EPIs na construção civil é obrigatório por lei. 

Gostou desse artigo? Preencha o formulário abaixo e receba a nossa newsletter semanal.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    💬 Precisa de ajuda?