Por que investir em segurança do trabalho?

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil é o quarto país com mais acidentes de trabalho, atrás apenas da China, Índia e Indonésia; somente em 2021, o país registrou 2,5 mil óbitos e 571,8 mil Comunicações de Acidente de Trabalho (CATs). Os dados são alarmantes e reforçam a importância de investir em segurança do trabalho.

De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o Brasil é o quarto país com mais acidentes de trabalho, atrás apenas da China, Índia e Indonésia; somente em 2021, o país registrou 2,5 mil óbitos e 571,8 mil Comunicações de Acidente de Trabalho (CATs). Os dados são alarmantes e reforçam a importância de investir em segurança do trabalho.

Embora este seja um assunto recorrente em diversos níveis – de pequenas empresas a multinacionais -, ainda existem aquelas que enxergam a prevenção de acidentes como um custo a mais. E é aí que mora o perigo!

Na teoria, investir em segurança do trabalho é essencial para quem deseja perenizar o negócio e estar em conformidade com as normas e leis. Há, inclusive, um conjunto de regras pré-determinadas por órgãos competentes que visam minimizar os acidentes, reduzir doenças ocupacionais, proteger a capacidade de cada funcionário e muito mais.

Mas, engana-se quem acredita que o colaborador é o único beneficiado nesse cenário. Quando falamos em segurança no trabalho, há ganhos em termos de credibilidade, confiança de mercado, produtividade e, claro, redução de riscos e custos – sim, custos! Afinal, doenças ocupacionais e acidentes geram indenizações, multas e sanções – incluindo paralisação – para o empresariado. Um grande impacto econômico, social e ambiental.

Benefícios da segurança do trabalho

Os dados da OIT provam que nem todo mundo está preparado para manter um ambiente seguro para que o colaborador exerça suas funções sem riscos. Mas, em um mercado onde a satisfação do funcionário e a imagem são elementos-chave para o sucesso, investir em segurança do trabalho é  essencial.

A adoção de boas práticas para reduzir os acidentes e doenças ocupacionais demonstra o comprometimento e preocupação da empresa com os trabalhadores e certifica motivação e fidelidade da equipe. No entanto, os benefícios vão além. 

Por meio de uma análise específica das atividades executadas pelos trabalhadores e dos riscos ambientais presentes na empresa – do chão de fábrica ao escritório -, é possível determinar quais atividades oferecem maiores e menores riscos e a melhor forma de preveni-los. 

Em alguns casos é necessário a utilização dos EPIs ou EPCs, além de treinamentos e capacitações para conscientizar os funcionários sobre a correta utilização dos equipamentos de segurança.

R$249,13 à vista Em até 3x de R$87,41
R$144,69 à vista Em até 3x de R$50,77
R$213,82 à vista Em até 3x de R$75,02
R$203,94 à vista Em até 3x de R$71,56
R$205,44 à vista Em até 3x de R$72,08
R$4,39 à vista Em até 3x de R$1,54
R$35,09 à vista Em até 3x de R$12,31
R$164,07 à vista Em até 3x de R$57,57

Os dados podem ser utilizados também como indicadores de riscos e oportunidades, permitindo tomadas de decisões mais estratégicas e assertivas. Isso inclui ações relacionadas à logística, qualidade e produtividade, por exemplo.

Além disso, o investimento em segurança do trabalho traz outras vantagens. Confira abaixo!

Redução de despesas

EPIs, EPCs e treinamentos ajudam a minimizar os riscos de acidentes e, consequentemente, os gastos gerados por eles. Isso inclui o afastamento do funcionário às despesas médicas, requalificação de mão de obra, multas, danos materiais, ações trabalhistas, etc.

Diminuição de transtornos

No Brasil, as regras de segurança do trabalho estão regulamentadas na Constituição Federal e por normas regulamentadoras. Em outras palavras, isso significa que quem não cumpre a lei, está passível de multas, embargos e sanções.

Valorização da marca

Empresas que zelam pela segurança dos trabalhadores passam uma credibilidade muito maior para os clientes e investidores. Há casos, inclusive, em que a adoção de boas práticas é uma exigência para parcerias e prestação de serviços.

É inegável que investir em segurança do trabalho é essencial para quem deseja alcançar o sucesso de forma consciente e sustentável. Por outro lado, mais do que promover o bem estar físico, mental e social dos trabalhadores, a adoção de boas práticas de segurança traz também retorno em relação à produtividade, redução dos gastos, valorização da marca e credibilidade da empresa. 

Quer investir em EPIs e EPCs e criar um ambiente seguro para seus colaboradores? Entre em contato com um de nossos atendentes.

Aproveite para acompanhar tudo o que acontece no mercado! Preencha o formulário abaixo para receber nossa newsletter.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    💬 Precisa de ajuda?